terça-feira, 3 de maio de 2011

Queimaduras de Terceiro Grau e Outros Eventos Inesperados

As vezes não sei o que a vida faz da gente, não sei também o que a gente faz dela, com ela.
Os tempos passam e do nada me pego achando que sou uma pessoa que nem existe mais, as coisas que a vida faz..

As vezes penso que esqueci do amor, é estranho se dar conta da constância.. e daquela pessoa cheia de flores, encontro só uma inércia sem gravidade.

É como ter um diploma de excelência e esquecer que ele é preto e branco sem a prática.
As vezes não me sinto conectada com nada, talvez tenha me dissolvido de mais.

Não sei se é só mudança, saudade de casa, muita cola quente, ou se perdi a prática de ser o que sou.

Xizatos, cartão e escadas.

dika
abril/2011





Faculdade do Todo e a Fila do INSS

Engraçado é ver o tempo sobre o tempo, perspectiva com 2 pontos de fuga ou mais. Abdicar do andaime, dissolver consciente do seu todo.

dika
040511

Nenhum comentário:

Postar um comentário